Pesquisa do Ibope mostra a vitalidade do rádio

Se você é daqueles que acreditam que ouvir rádio é um costume que ficou no século passado está na hora de pausar a tecla shuffle do mp3 e rever seus conceitos. O rádio está mais vivo que nunca e é companhia constante de 73% dos brasileiros.

É o que revela a pesquisa Tribos musicais, que acaba de ser divulgada pelo Ibope Media. De acordo com o estudo, os ouvintes de rádio no Brasil estão presentes – em maior ou menor grau – em todas as classes sociais, todas as faixas etárias e em todos os níveis de escolaridade.

Além disso, pode-se dizer que o rádio foi um precursor da tendência atual da simultaneidade de plataformas. Certamente o leitor lembrará que em geral ligava o rádio para executar outras tarefas. Até nisso, o rádio mantém-se “uptodate”.

A pesquisa mostra que hoje em dia o consumo de rádio acontece ao mesmo tempo com outros meios de comunicação. Dezenove por cento dos entrevistados, por exemplo, ouvem rádio enquanto acessam a internet; 16% enquanto assistem à programas de TV e 12% enquanto leem jornais e revistas.

Sem falar naqueles que ouvem rádio através da própria web, um comportamento que cresce a cada dia.

Dos ouvintes de rádio do século 21, 96% recorrem ao meio para ouvir músicas (disparado, a utilidade mais apontada pelos usuários). Outros 70% sintonizam o veículo para se informar das notícias do dia. Para 31% dos pesquisados, a principal função do rádio é fornecer relatos sobre esportes; e 21% giram o dial em busca de entretenimento em programas humorísticos.

Perfis
A maioria dos ouvintes, segundo o levantamento do Ibope, está na classe C (48%). Mas a classe B contribui expressivamente para o contingente dos que escutam rádio fornecendo 36% do total. Da classe CDE vêm 11% dos consumidores deste veículo e os outros 5% pertencem à classe A.

Pessoas com ensino médio representam 36% do universo do público radiofônico no Brasil, a maioria quando se leva em consideração o nível escolar. Já as faixas etárias predominantes são as entre 25 e 34 anos (22%) e 35 e 44 anos (19%).

Como ouvir música é o objetivo principal de quem liga o rádio, atentar para os padrões de gosto e comportamento deste ouvinte é abrir portas para compreender muito do Brasil contemporâneo.

Os ritmos preferidos do brasileiro, ambos com 58% de indicações, são o Sertanejo e o que a pesquisa chamou de “Mais pedidas”, reunião das músicas do gênero pop e internacional.

No gráfico abaixo é possível observar o perfil do ouvinte de cada gênero musical no rádio e ter várias surpresas. Uma delas é a interseção insuspeitada que há entre grupos aparentemente distintos como os apreciadores de música Gospel e os admiradores de Funk. Surpreenda-se!

NÚMEROS

96%
dos ouvintes sintonizam o rádio para ouvir música

70%
dos ouvintes usam o rádio para acompanhar notícias




 Fonte- O povo

Acidente mata empresário de Forró Chico Bill, fundador da banda ‘Forró Real’

Morreu no início da manhã deste domingo (3) o empresário Francisco de Sales Menezes, o “Chico Bill” – proprietário da banda Forró Real. Depois de sofrer um acidente automobilístico ainda na noite de sábado (2), na Grande Fortaleza, Seu Chico foi levado para o Instituto Dr. José Frota, no Centro da capital, mas não resistiu aos ferimentos.

Chico Bill tinha 74 anos e deixa cinco filhos – todos ligados diretamente ao universo do forró. O velório deve acontecer nesta segunda-feira (4), na casa do empresário, em Caucaia. Já o sepultamento está previsto para o cemitério Parque do Sol Poente, também em Caucaia, segundo a produção do Forró Real.
De acordo com a produção, o acidente aconteceu por volta de 21 horas. Seu Chico trafegava pelo Anel Viário e sofreu um acidente próximo à entrada do Parque do Vaqueiro, na rodovia BR-020, em Caucaia. Levado ao IJF, o empresário veio a falecer por volta das 6h. A produção da banda informou que ele estava sozinho.

O Forró Real está completando 20 anos e agendou um megashow de aniversário para a próxima quinta-feira (14), véspera de feriado, no Sítio Real, em Caucaia, para a gravação de um DVD. A produção da banda informou na manhã deste domingo que até a próxima terça-feira haverá uma decisão sobre a apresentação.


Tribuna do Ceará

Câmara de Morada Nova discute INSS, Programa Mais Médicos e outros

No fim da sessão, chegou à Câmara a mensagem do executivo anunciando o Concurso Público


Na sexta-feira 1º de outubro, aconteceu mais uma sessão ordinária na Câmara de Vereadores de Morada Nova, presidida pelo vereador Marcos Alberto Viana de Andrade. A sessão iniciou com dois projetos de resolução de autoria do presidente. O primeiro, pedindo ao plenária a autorização para realizar ações de cidadania em parceira com a gestão municipal. E o segundo, no sentido de regularizará a garagem digital existente na Câmara.

Na tribuna, os debates tiveram como tema: O Programa mais Médicos do governo federal, a precariedade da iluminação Pública e os indícios de fraudes no Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).

No grande expediente usaram a tribuna 9, dos 14 vereadores presentes, sendoovereador  Francisco Cavalcante Junior (Dr. Cavalcante) o primeiro a abordar a problemática do INSS, da falta de atendimento no posto locam da entidade. Em aparte ou em seu tempo regimental, quase todos os edis reforçaram as palavras do colega e ampliaram as reclamações e cobranças, transmitindo o os relatos corriqueiros da comunidade.

O vereador Hilma Sérgio Pinto, frisou que as pericias médicas para as pessoas que já se encontram debilitadas são marcadas para áreas semanais futuras, e as mesmaa não recebem nada até a emissão do laudo pericial. Fechando o assunto, o vereador José Edner Nogueira da Silva (Edinho), observou que sendo conhecedor dos reclames dos colegas, incluindo do pedido de médico perito para a Agência do INSS local, e através de reunião com a chefia regional do órgão, tomou conhecimento que um médico será desguiando para o posto de Morada Nova.

O Programa Mais Médico do governo federal também foi pauta de discursão. Isso por que foi anunciado que mais três médicos Cubanos estarão chegando à Morada Nova na próxima semana. Parte da bancada de oposição defende que esses profissionais estrangeiros devam ser instalados em residências próximas ao PSF do distrito, onde devem morar e atender. Já os vereadores de situação, defendem que os médicos sejam hospedados na sede do município e atendam, principalmente, na periferia ,onde a carência é maior do que nas outras comunidades.

Outro assuntou que povoou o discurso dos vereadores, foi a precariedade no serviço de iluminação pública e o repasse do serviço para a prefeitura no próximo ano. Após o assunto ser muito falado pelos paramentares, o presidente da Casa, vereador Marcos Viana, sugeriu ao executivo municipal que fosse feita uma auditoria para saber na realidade o que estava recebendo. Por fim ele adiantou que deve ser criado o órgão de departamento ou uma autarquia para cuidar da parte de iluminação pública.

Já quase no apagar das luzes do término da sessão, a assessoria comunicou ao presidente que acabara de dar entrada na Casa o projeto de lei pedindo a autorização do Legislativo Municipal, para a aplicação do concurso público para a prefeitura de Morada Nova. São 1409 vagas de emprego a serem ocupadas pelos aprovados, nas mais diversas áreas do serviço Publico.

Por Arnaldo Freitas
Fonte: TV Jaguar